Crise de medicamentos na Venezuela

Repetindo, para consumo interno, sua ladainha de que todos os males do país são consequência de um golpe em orquestração pela direita para retirá-lo do poder, o presidente Nicolás Maduro dirigiu-se à ONU para solicitar o envio de medicamentos e insumos médicos para minorar os efeitos da falta de 85% desses insumos nas prateleiras das farmácias e nos laboratórios da Venezuela.

“Pedi o apoio da ONU para ajudar-nos a enfrentar as dificuldades econômicas e sociais que têm maltratado nosso povo devido à guerra econômica e à queda nos preços internacionais do petróleo”, disse ele, em meio à deterioração geral das condições de vida e a uma inflação de três dígitos.

 

Be the first to comment

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*