Venezuelanos fogem para a Colômbia

Março 26, 2017

Venezuela e Colômbia são países vizinhos que interagem ao longo dos anos com uma população migrante que se movimenta entre um lado e outro da fronteira, segundo melhorem ou piorem suas condições de vida.Nos últimos tempos, uma crescente massa de venezuelanos abandona seu país (vide, neste Site, vídeo relativo ao ingresso de venezuelanos em Roraima) devido à impossibilidade de conseguir trabalho, baixos salários quando os conseguem, escassez de alimentos e medicamentos, desvalorização da moeda nacional (bolívar) ou para escapar da perseguição das guerrilhas ou das brigadas bolivarianas. Entre legais e ilegais, estima-se que 1,2 milhão de venezuelanos vivam hoje na Colômbia.

Uma boa parte do êxodo, no entanto, é composto por colombianos que retornam ao verem inviabilizados seus sonhos de uma vida melhor na Venezuela. Migraram desde os anos setenta quando o petróleo jorrava dinheiro e Chávez se orgulhava de ajudar outros países e distribuía benesses aos moradores de bairros operários e favelas em torno de Caracas e das principais cidades. ou fugiam da interminável guerra de guerrilhas que assolava a Colômbia.

Pelo menos 1 milhão de colombianos emigraram para a Venezuela nos últimos 40 anos e agora eles, ou seus filhos e netos, apressam-se a fazer o caminho de volta.

Enquanto isso, na cidade de Cartagena de las Índias a Secretaria de Saúde preocupa-se com a quantidade cada vez maior de mulheres grávidas que diariamente chegam procurando atendimento que as unidades de saúde e os hospitais de sua terra já não têm condições de oferecer.

Grávidas venezuelanas buscam maternidades em Cartagena (imagem - revista Semana, 03/2017)

Tags: [Colômbia, Migração, Venezuela]