Vinhos: os melhores em 2014 - qualidade e preço

fevereiro 09, 2015

Uma vez mais o site divulga a relação dos vinhos top do ano precedente, co caso 2014, e o faz escolhendo - dentre as muitas listas existentes - a publicada pela revista Wine Spectator, sem dúvida uma das mais respeitadas internacionalmente, e aquela originária do site "malevamag.com" que cobre a produção da vinicultura argentina. Esta escolha se justifica pela vizinhança e pelo fato de que nas prarteleiras dos mercados e casas especializadas brasileiras a presença dos vinhos argentinos é, por certo, predominante.

Os 10 e os 100 melhores vinhos do mundo

A seleção feita pelos especialistas da Wine Spectator privilegia quatro condições: qualidade, preço, disponibilidade no mercado e um "fator X" que representa o grau de entusiasmo e paixão que o vinho desperta nos consumidores. Foram provados 18 mil vinhos de 60 países. Sendo a pontuação máxima igual a 100, a média geral (dos 100 melhores) foi altíssima, de 93, com um preço médio de 47 dólares ou 37 euros, o que representa uma extraordinária relação qualidade/preço. O mais caro foi cotado a 240 dólares (Ornellaia Bolgheri i Superiore da Itália, 65º classificado) e 10 dólares (o espanhol Montecillo Rioja Viña Cumbrero Crianza). A este respeito, é de lamentar que no Brasil as mesmas garrafas nos chegam a preços muito mais altos devido ao exagerado peso dos impostos e à especulação viciada da cadeia de importadores e comerciantes.

Veja a seguir os dez melhores (para a relação completa veja o site "2014.top100.winespectator.com/lists/", com o país e ano de produção, a pontuação, o preço em dólares e uma breve análise de cada vinho.

1. DOW VINTAGE PORT - Portugal, 2011 - 99 - US$ 82. O surpreendente vencedor é a "Dow", casa famosa pela alta qualidade de seus produtos. Este Porto é feito com Touriga Franca, Touriga Nacional, Souzão e uma mescla de uvas procedentes de velhos vinhedos. Envelhecido por 18 meses em barricas de carvalho antes de ser engarrafado, é muito potente, refinado e  sumamente agradável, carregado de matizes de especiarias com sabor a groselha negra e nots de chocolate. É muito untuoso e tem um final longo e completo. É o melhor vinho do mundo em 2014!

2. MULLYDOOKER SHIRAH MAC LAREN VALE CANIVAL OF LOVE - Austrália, 2012 - 95 - US$ 75. Da casa australiana Mullydooker, é um vinho 100% Shirah (ou Syrah) fermentado em barrica nova de carvalho americano. É um vinho saboroso com muita fruta vermelha, especiarias, cor rubi intensa, muito corpo e longo retrogosto.

3. PRATS & SYMINGTON DOURO CRYSEIA - Portugal 2011 - 97 - US$ 55. Da vinícola P+S (Prats & Symington), foi elaborado com as variedades Touriga Nacional e Touriga Franca, sendo envelhecido em barricas de carvalho francês. Tem cor púrpura intensa e diferentes matizes na boca a frutas vermelhas, ameixa, chocolate, notas de especiarias como pimenta branca. Apresenta taninos redondos e estrutura equilibrada.

4. QUINTA DO VALE MEÃO DOURO - Portugal, 2011 - 97 - US$ 76. Novamente de terras portuguesas, a vinícola Quinta do Vale Meão foi feito com quatro variedades de uva - Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Roriz. Envelhecido em barricas de carvbalho francês, é potente, frutado, cremoso, com especiarias que destacam notas de chocolate e tem taninos sedosos.

5. LEEUWIN CHARDONNAY MARGARET RIVER ART SERIES - Austrália, 2011 - 96 - US$ 89. Produzido com uvas chardonnay, é um branco maduro e generoso, muito equilibrado e sabores frutados, florais e especiarias. Ao final é suave e sedutor, mostrando uma grande profundidade sem perder o encanto.

6. CASTELLO DI AMA CHIANTI CLASSICO PAN LORENZO GRAN SELECIONE - Itália, 2010 - 95 - US$ 52. Da casa Castello di Ama, este italiano leva uvas Sangiovese, Malvasia negra e Merlot, classificado como um Chiante Classico de qualidade superior. Ofwerece uma combinação de potência e elegância com um toque picante, cor vermelha intensa e toques de cereja, morango e rosas. O final é prolongado e os taninos afloram rapidamente.

7. CLOS DES PAPES CHÂTENEUF DU PAPE - França, 2012 - 97 - US$ 135. Produzido pela Clos des Papes, é feito com as variedades Granacha, Mouvèdre, Syrah e um pequeno porcentual de variedades locais pouco conhecidas. Submetido a envelhecimento em barricas de carvalho, tem todo um trabalho com bases essencialmente ecológicas o que resulta em um rendimento muito baixo, pelo que a oferta de garrafas é limitada. Tem cor vermelho escura, aroma a groselha preta, cereja, salsa hoisin e ameixa. NOtas de madeira tostada com estrutura densa e equilibrada.

8. BREWER CLIFFON PINOT NOIR STA. RITA HILLS - Estados Unidos, 2012 - 94 - US$ 40. Sendo 100% Pinot Noir e envelhecimento em barricas de carvalho, tem cor rubi intensa, é potente com sabores a frutas vermelhas, romã, lavanda e chá preto com traços de menta. Os taninos são firmes com ótima passagem pela boca.

9. CONCHA Y TORO CABERNET SAUVIGNON PUENTE ALTO DON MELCHOR - Chile, 2010 - 95 - US$ 125. O chileno Don Melchor da Concha y Toro mescla Cabernet Sauvignon (predominante) e Cabernet Franc. É um vinho elegante com tons de grafite e frutas negras, cor vermelha intensa, equilibrado na boca com longo retrogosto, taninos suaves e elegantes, bom corpo.

10. CHÂTEAU LEOVILLE LAS CASES ST. JULIEN - França, 2011 - 95 - US$ 165. É um Bordeaux elaborado com as castas Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. É um vinho muito escuro com aromas frutados a cerejas e amora. TEm bom equilíbrio, é potente, rico em taninos amplos e um longo final.

Da América do Sul, figuraram, ainda, entre os 100 Mais quatro chilenos (Lapostole Clos Apalta Colchagua Valle 2010 em 42º; Viña Cono Sur Cabernet Sauvignon Carmenère Colchagua Valle 201a em 44º; Veramonte Cabernet Sauvignon Conchagua Valle El Caballero 2012 em 55º; De Martino Cabernet Sauvignon Maipo Valle Legado Reserva 2011 no 61º posto) e quatro argentinos (Luca Malbec Uco Valle 2012 em 19º lugar; Bodegas y Viñedos O. Fournier Malbec Uco Valle Alfa Crux 2010 em 25º; Tikal Patriota Mendoza 2012 em 45º e Fincas Patagonicas Malbec Mendoza Zolo Reserva 2012 em 48º.

Enre os dez primeiros, o grande destaque foi a presença de vinhos portugueses em 1º, 3º e 4º lugares. Nota-se a ausência de vinhos espanhois que no ano anterior haviam colocado seu Rioja Cune IMperial Gran Reserva 2004 na liderança.

Os 50 melhores vinhos argentinos.

De acordo com o ranking "Rapurpura" para 2014 os dez melhores estão listados a seguir. Para ver a lista dos 50 melhores veja https://bit.ly/1t6lBry

1 ) ACHAVAL FERRER FINCA ALTAMIRA – MALBEC – MENDOZA

2 ) CATENA ZAPATA ADRIANNA VINEYARD – MALBEC – MENDOZA

3 ) NICOLÁS CATENA ZAPATA – CABERNET/MALBEC – MENDOZA

4 ) COBOS MARCHIORI – MALBEC – MENDOZA

5 ) CATENA ZAPATA – MALBEC ARGENTINO – MENDOZA

6 ) YACHOCHUYA – MALBEC – SALTA

7 ) NOEMÍA – MALBEC – RÍO NEGRO

8 ) ACHAVAL FERRER  FINCA BELLA VISTA – MALBEC –  MENDOZA

9 ) ACHAVAL FERRER TEMPORIS – MALBEC – MENDOZA

10 ) ACHAVAL FERRER FINCA MIRADOR – MALBEC – MENDOZA.

La lista sigue en: https://bit.ly/1t6lBry

K

Tags: []