0. Bálcãs: um debate atual – nova Série – Apresentação

Mundo Século XXI está lançando uma nova Série intitulada “Bálcãs: um debate atual”, procurando fornecer a quem nos acompanha uma visão aprofundada sobre aquela que é uma das regiões mais explosivas de todo o mundo – a Península Balcânica no sudeste da Europa, que ou está em guerra ou em vias de começar um ou mais conflitos. Ódios, alianças e desavenças ancestrais ou recentes separam e por vezes unem as muitas etnias que – queiram ou não – aí convivem.

A Série tem seis componentes: cinco textos e um vídeo que, no entanto, podem ser acrescidos por contribuições posteriores.

Para discutir o tema de maneira mais precisa e detalhada, fomos buscar o melhor ou pelo menos um dos melhores estudos já publicados em língua portuguesa: a obra “Os Novos Bálcãs” (edição da Funag, Fundação Alexandre de Gusmão do Itamarati), produzida pelo embaixador paulista José Augusto Lindgen Alves que entre outras funções comandou a embaixada brasileira em Sofia, Budapeste e Sarajevo. Ele analisa, com base em toda sua experiência e convivências, momentos os mais representativos como o período no qual boa parte dos Bálcãs  se transformaram na Iugoslávia do marechal Tito e o abismo que se seguiu à sua morte; o papel predominante e a rejeição sofrida pela Sérvia mormente depois de ser governada por Slobodan Milosevic; os efeitos do famoso Acordo de Dayton (Ohio) e as guerras do século XX em toda sua crueza.

No vídeo “Um barril de pólvora chamado Bálcãs” (You Tube), o canal Euronews dá voz (em tradução ao idioma português) a atores diretamente envolvidos com os problemas mais atuais dos Bálcãs, discutindo, entre outros, os casos do Kosovo, Bósnia, Croácia, Macedônia. O apresentador Chris Burn coordena o debate com o cineasta croata Dalibor Matanic, o político – também de Zagreb – Tonino Pulcan, e a representante da Fundação alemã Marshall, Rosa Balfour.

Em seguida (textos 3, 4 e 5) Mundo Século XXI analisa os aspectos mais relevantes sobre a história dos povos balcânicos, com destaque para sua composição, grupos étnicos, a ocupação otomana, seus terríveis conflitos que, entre outros efeitos, acenderam o estopim da Primeira Guerra Mundial. Por fim, no texto 6, enfoca a atualidade caracterizada por novos fatores como o terrorismo e um intenso movimento migratório que – de olho nas erráticas posições do novo governo americano de Donald Trump – privilegia a rota ocidental que cruza os Bálcãs e foi drasticamente cerrada desde março de 2016.

Leia, critique, opine!

A SÉRIE

  1. Os Novos Bálcãs
  2. Um Barril de Pólvora chamado Bálcãs (vídeo)
  3. Península Balcânica e suas raízes
  4. Haia x Milosevic
  5. Seis séculos sob o Império Otomano
  6. Os Bálcãs no Século XXI

                                                     Bálcãs: mapa étnico

Ethnic Map of the Balkans

A Península Balcânica é um mundo onde reinam as etnias. O mapa mostra a etnia dominante (de 50% ou mais da respectiva população) em cada país ou região

Be the first to comment

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*