Cultura e literatura brasileiras em 2016

Sobre a cultura e a literatura, no Estadão de 27/12/2015 no seu excelente texto “Literatura Digestiva”, José Castello comenta a literatura ligeira que, amparada na realidade de um país predominantemente jovem (e que, dizemos nós, pouco se importa com os não-jovens), volta-se antes de tudo para as coisas do mundo juvenil: namoros, relações com os pais, desabafos entre amigas, fofocas de toda ordem, misticismo, temas do cotidiano nos quais temas complexos ou de alguma profundidade e mesmo que superficial conteúdo não interessam.
Fala, ainda, no desprezo ostensivo à ficção por blogueiros que num repente se transformam não em escritores e sim em “produtores de textos”, disseminando a linguagem bruta e ligeira que predomina na internet.
No comentário “Da Cultura” escreve: “Da doce descoberta de nosso imenso amor pelos livros para colorir ao triste fechamento da editora Cosac Naify, e passando pela invencível média de leitura de 1,7 livros por ano, as letras brasileiras atravessaram 2015 na base do amargor. MAS CALMA. O ANO NOVO PROMETE SER O DOS LIVROS DE LIGAR OS PONTOS.”
Na tira do Frank&Ernest, abaixo, escolha seu estilo preferido.
Abraços
Vitor
Imagem inline 1

Be the first to comment

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*