Melhores restaurantes no ano de 2015

Em 2015 a já tradicional publicação dos 100 melhores restaurantes do mundo da revista londrina Restaurant tem um contraponto. Os franceses, não contentes porque os ingleses têm ignorado a cozinha galesa, deixando de fora ou mal classificando seus grandes restaurantes, decidiram reagir e, nada mais, nada menos que por meio do Ministério do Turismo, organizaram uma nova lista, desta feita com as 1000 melhores Casas de comida do planeta.

A cozinha funcionando no Hôtel de Ville em Lausanne, Suiça - o melhor do mundo para o MInistério do Turismo francês
A cozinha funcionando no Hôtel de Ville em Lausanne, Suiça – o melhor do mundo para o MInistério do Turismo francês

As escolhas do Restaurant são feitas por um “juri” composto por mil especialistas, sendo 34% Chefs, 35% jornalistas especializados em gastronomia e 33% de “gourmets bem viajados”. O sistema é submetido a adjudicação independente pela Consultora Deloitte (http://www.deloitte.co.uk/travelhospitalityleisure). Além da relação completa, publica uma lista específica para a América Latina.

A base das opções do Ministério do Turismo francês são 4 mil restaurantes analisados em 200 Guias internacionais de gastronomia, além da consulta metódica de análises de especialistas e publicações na mídia de todos os continentes.

Os dados referentes aos 50 mais bem classificados para os britânicos podem ser lidos nos sites: “www.world50best.com/list/1-50winners” e “www.theworlds50best.com/latinamerica/en/the-list.html”. La Liste, como está sendo chamada em Paris, está, com a relação completa, em “http://www.laliste.com/fr/”

Somente uma Casa, a espanhola El Celler de Can Roca do Chef Joan Roca, consta nas duas relações globais. Aliás, para ele, que encabeça o ranking dos britânicos, o melhor restaurante do universo é uma ficção, não existe, pois na verdade cada um tem o seu preferido e escolhe a refeição que deseja comer e pela qual se dispõe pagar o preço que lhe for cobrado.

Os grandes vencedores estão em: El Celler de Can Roca – calle Can Sunyer, 48, Girona (fone 34.972222157) e L’Hôtel de Ville, na rue D’Yverdon, 1, Croissier, Lausanne (fone +41.21.6340505).

O Brasil uma vez mais tem Felix Atala com o D.O.M. como seu principal representante, em 9º lugar no mundo e em 4º na A. Latina na classificação londrina, que também coloca o Maní da Chef Helena Rizzo entre os dez melhores no nosso continente. Caso esteja programando conhecer as duas casas top brasileiras, seus endereços são: D.O.M. – rua Barão de Capanema, 549, Jardins em São Paulo (fone 11.30880761) e Mani – rua Joaquim Antunes, 250, Jardim Paulistano, São Paulo (fone 11.30854142).

A sugestão é de que prepare seu paladar. Félix Atala, p.ex., desde logo anuncia seus ingredientes típicos: raiz de priprioca, arroz preto e vermelho do vale do Paraíba, palmito pupunha de Jaú, ervas e flores de Cerquilho e formigas amazônicas, que considera extremamente nutritivas. Helena serve sorvete de gemada e espuma de coco, verdadeiras delícias.

Para dar uma noção do que lhe espera caso se decida solicitar uma reserva num desses templos da gastronomia, o quadro abaixo inclui uma coluna com os preços médios cobrados pelo menu Degustação, ou seja, uma sequência de pratos que a Casa oferece.  Em geral é possível fazer o pedido pela Carta, o que pode ser um pouco mais econômico. Alguns poucos oferecem um “almoço executivo”a preços módicos, mas não conte muito com essa possibilidade. Uma reserva normalmente deve ser feita com semanas ou meses de antecedência. As opções latino-americanas são mais em conta. No Tegui de Buenos Aires, por exemplo, graças à desvalorização do peso em 40% feita no dia seguinte à posse do novo presidente Macri, a conta do prato principal (sempre correspondente ao menu degustação) baixou para 49 dólares, o equivalente a 800 pesos argentinos. A Carta de vinhos costuma ser substancial, para acompanhar e fazer jus à qualidade da refeição.

TOP RESTAURANTS IN THE WORLD

RESTAURANTE CIDADE PAÍS PREÇO – MENU DEGUSTAÇÃO  – US$*
MUNDO – 10 MELHORES RESTAURANTES EM 2015 – REVISTA RESTAURANT (Londres)
1. El Celler de Can Roca Girona Espanha 181 – 208
2. Osteria Franciscana Modena Itália 186 – 213
3. Noma Copenhague Dinamarca 228
4. Central Lima Peru 93 – 120
5. Eleven Madison Park Nova Iorque Estados Unidos 221
6. Mugaritz San Sebastian Espanha 202
7. Dinner by Heston Blumenthal Londres Reino Unido (UK) 120 – 301
8. Narisawa Tóquio Japão 158 – 197
9. D.O.M. São Paulo Brasil 164 – 197
10. Gaggan Bangkok Tailândia 72 – 116
AMÉRICA LATINA – 10 MELHORES RESTAURANTES  EM 2015 – REVISTA RESTAURANT (Londres)
1. Central Lima Peru 93 – 120
2. Boragó Santiago Chile 161
3. Astrid y Gastón Lima Peru 112
9. D.O.M. São Paulo Brasil 164 – 197
5. Maido Lima Peru 108
6.Quintonil Cidade do México México 58
7. Tegui Buenos Aires Argentina 49
8. Maní São Paulo Brasil 97
9. Pujol Cidade do México México 55
10. Biko Cidade do México México 57
MUNDO – 10 MELHORES RESTAURANTES EM 2015 – MIN. TURISMO FRANÇA
1. Restaurant de l’Hôtel de Ville Lausanne (Crissier) Suíça 278
2. Per Se Nova Iorque Estados Unidos 310
3. Guy Savoy Paris França 302 – 367
4. Kyo Aji Tóquio Japão 212 – 423
5. Schauenstein Forstenau Suíça 239 – 279
6. El Celler de Can Roca Girona Espanha 181  – 208
7. Kyu Bey Tóquio Japão 82 – 122
8. La Maison Troisgros Roanne França 250 – 325
9. Auberge du Vieux Puits Font Joncouse França 119 – 206
10. Joel Robuchon Yebisu Garden Place Tóquio 261 – 294

*: Os preços são por pessoa e em dólares americanos, para o menu Degustação, sem bebida. Quando consta apenas um preço, um só tipo de menu é oferecido pela Casa.

Be the first to comment

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*