Escócia ainda pertence ao Reino Unido

Apurados todos os votos nos 32 condados escoceses, 55,3% votaram “Não” decretando que a Escócia deve continuar fazendo parte do Reino Unido. Com um comparecimento às urnas de 85% da população habilitada a votar, a independência (o “Sim”) obteve 1.617.989 sufrágios, 383.937 a menos que seus adversários.

Em 28 Condados a manutenção da unidade triunfou. As exceções foram Glasgow, Dundee, North Lamarkshire e West Dunbartonshire. Falando desde sua residência escocesa  – o castelo de Balmoral em Aberdeenshire (onde seis de cada dez votaram “Não”) – a rainha Elizabeth declarou que “é um resultado que todos nós de um extremo ao outro no Reino Unido respeitaremos.”

De imediato o primeiro ministro escocês Alex Salmond, líder da campanha separatista, declarou sua renúncia ao comando do Scottish National Party. À sua derrota corresponde a vitória de David Cameron, o 1º Ministro britânico que, assim, assegura seu mandato e o poder para o Partido Conservador.

Be the first to comment

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.


*